É claro que, uma vez sendo criativo, você pode incluir o sms como parte bastante importante de suas campanhas de marketing e, claro, obter resultados efetivos com isso. Muito parecida e tão ou mais poderosa que o SMS, o MMS (Multimedia Message Service) é uma ferramenta, podemos dizer, quase que esquecida pela maior parte das empresas.

E qual a “vantagem” do MMS em relação ao SMS? É simples… nas mensagens em formato SMS, podem ser inseridas imagens estáticas, GIF animados, vídeos, etc. Como todos já sabemos, no mundo dominado pela prática do selfie, está mais que claro como as imagens nos dizem muito mais que os textos, portanto aproveitar essa característica (a possibilidade do uso de imagens) do MMS pode nos ajudar muito no trabalho de criar engajamento ou re-engajamento das nossas listas de clientes ou futuros clientes.

Experimente, por exemplo, enviar para a sua lista um MMS com uma imagem sugerindo uma ação, tal como, responder ser o destinatário do sexo masculino ou feminino em troca (não devemos esquecer esse valioso detalhe) de um cupom de desconto ou qualquer outra “vantagem”.

Como esse tipo de mensagem podemos extrair inicialmente duas informações: 1. Quem em sua lista costuma interagir com a mensagem, ou seja, quem responde e 2. O gênero (sexo) dos destinatários.

É possível que você esteja se perguntando: “ok, mas qual a diferença entre colher essa informação através do sms?”. A resposta é: como preferimos imagens a textos, a probabilidade de o MMS, por causa da imagem nele contida, chamar a atenção do destinatário incentivando-o a uma resposta, é bem maior em relação ao SMS.

Por fim, fica a nossa sugestão para que você comece a experimentar ou experimentar mais o uso do MMS em suas campanhas.

Até o próximo!