Portabilidade entre operadoras é uma coisa bastante comum atualmente. A portabilidade acontece quando usamos um número de telefone móvel e, por alguma razão, tal como: preço do plano, mal funcionamento da rede, serviço de atendimento ruim, etc., resolvemos mudar de operadora, porém mantendo o mesmo número.

Atualmente, a portabilidade no Brasil é feita de forma muito simples, geralmente através dos websites das operadoras. Você preenche algumas informações e em poucos dias recebe um “chip” da nova operadora. Basta inseri-lo em seu smartphone e aguardar alguns dias para a portabilidade ser efetivada.

Até aqui tudo porque individualmente não há prejuízo algum em termos de comunicação caso alguém deseje num enviar um SMS, ou usar um programa de mensagens instantâneas, etc. Porém, quando pensamos em campanhas de SMS, como será que uma plataforma geralmente lida com a portabilidade? Essa pergunta é válida porque plataformas de envio de SMS marketing, assim como a Message Mídia Center, ao enviarem um lote numa determinada campanha, recebem das operadoras uma mensagem de retorno informando que se a entrega aconteceu ou se algum problema ocorreu.

Um “problema” pode significar uma mensagem de erro dizendo: “esse telefone não existe mais”. Ao invés de dar o assunto por encerrado, os responsáveis pela plataforma podem e usam a tecnologia para certificar o que realmente ocorreu com o número de telefone. Máquinas respondem a comandos (instruções usadas por e/ou entre computadores) e, desse jeito, através de um comando enviado a uma determinada máquina na internet, é possível obter a informação sobre a nova operadora e assim evitar que em outras campanhas a mensagem não chegue ao destinatário.

Até o próximo!