Se você tem um smartphone e já instalou algum aplicativo gratuito, provavelmente já aconteceu de, em meio ao uso desse aplicativo, um anúncio qualquer tomar conta da tela. Esse tipo anúncio faz parte do que chamamos de mobile publicidade. Anúncios que aparecem nos resultados das buscas de sites como o Google, por exemplo, ou em um blog qualquer, quando acessados via celular, são também parte da mobile publicidade.

A mobile publicidade é composta de:

Consumidores: pessoas como você que “consomem” conteúdos diversos, notícias, vídeos, jogos, etc;

Compradores: nesse caso estamos falando das empresas que querem anunciar e que podem fazer isso diretamente ou contratando uma agência;

Editores: empresas proprietárias de sites, aplicativos, jogos, portais, mídias sociais, rádios online, etc., capazes de atrair a audiência.

Para exemplificar essa engrenagem, imagine que você é dono de uma empresa (comprador) e decide contratar uma agência para uma campanha que exibirá anúncios dentro de um aplicativo de jogos (editor) usado por milhares de usuários (consumidor).