tecnologia push

A melhor maneira de medir o sucesso de um aplicativo não deveria ser através do número absoluto de downloads, mas usando as seguintes métricas: usuários ativos e o tempo de permanência. Como conseguir bons números para essas métricas realmente não é uma tarefa nada fácil, a saída é usar ferramentas que buscam atrair a atenção do usuário. É o caso do serviço de notificações ou push notifications.

Mais conhecidas como aquelas mensagem que aparecem “do nada”, essas notificações, quando usadas de forma correta, podem trabalhar o engajamento e a motivação dos usuários no sentido de que voltem a usar o aplicativo. Optar pela tecnologia PUSH é ir além de inclusão de simplesmente “mais um item no produto”. As notificações podem informar, divertir e ser uma porta para o entretenimento.

Essa ferramenta ganhou mercado de forma rápida e hoje é um forte canal de comunicação de área de marketing direto. As notificações ganharam espaço por combater a falta de interesse dos usuários, que geralmente apagam o aplicativo logo nos primeiros trinta dias após o primeiro acesso.

Se engana quem pensa que as notificações são sempre ignoradas pelos usuários. Uma pesquisa feita pela Urban Airship, cerca de 50% dos entrevistados afirmam que autorizam o recebimento de notificações. Para ter sucesso com essa ferramenta, é preciso entender e trabalhar os usuários em sentido contrário em relação a acharem que as notificações são interrupções e vilões do consumo de bateria do celular.

Por fim, as notificações devem estar mais centralizadas no cliente, propiciando mais valor e utilidade a ferramenta e ao contexto do aplicativo. Por isso, ter um bom planejamento e uma boa consultoria poderá ajudar a incluir a tecnologia push em seus produtos de forma mais eficiente.